Una News - Responsabilidade com a Notícia - Nosso WhatsApp (73) 9-9917-3247 Email: [email protected]

Desembargador que humilhou Guarda Municipal pede desculpas

  • Jorge Pereira:Jornalista-MTE 0005599/BA - 23/07/2020

O desembargador chamou Guarda Municipal de analfabeto em Santos no dia 18 de julho e o ameaçou ao ser multado por não usar máscara na praia.

Guarda Civil foi humilhado por desembargador durante fiscalização em Santos. — Foto: Reprodução

O desembargador Eduardo Almeida Siqueira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), pediu desculpas pelo episódio no qual humilhou guardas municipais. Na ocasião  (Relembre aqui), ele chamou de “analfabeto” o agente Cícero Hilário Roza Neto, de 36 anos, além de ter rasgado e jogado no chão uma multa pelo desrespeito ao uso obrigatório de máscara na praia de Santos.

Em nota divulgada nesta quinta-feira (23), o desembargador afirmou que se exaltou com o guarda e que a atitude foi tomada após “uma série de confusões normativas que têm acontecido durante a pandemia”.

“Me exaltei, desmedidamente, com o guarda municipal Cícero Hilário, razão pela qual venho a público lhe pedir desculpas”, diz trecho da manifestação do magistrado.

Citando a indignação com as normas estaduais e municipais, que desencontram as medidas federais, Siqueira diz que se arrepende do que fez.

“O guarda municipal só estava cumprindo ordens e, na abordagem, atuou de maneira irrepreensível. Estendo as desculpas a sua família e a todas as pessoas que se sentiram ofendidas”, afirma.

“Minha atitude teve como pano de fundo uma profunda indignação com a série de confusões normativas que têm surgido durante a pandemia – como a edição de decretos municipais que contrariam a legislação federal – e as inúmeras abordagens ilegais e agressivas que recebi antes, que sem dúvida exaltam os ânimos. Nada disso, porém, justifica os excessos ocorridos, dos quais me arrependo”, escreveu Siqueira.

Compartilhe

Atenção:

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Una News. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS