Una News - Responsabilidade com a Notícia - Nosso WhatsApp (73) 99857-0585 Email: unanews@yahoo.com.br
JULIAN-CALCADOS
mercado-uniao-1
espaco-rural-placa-1-1
WhatsApp-Image-2023-07-13-at-11.39.39
escola_coopesul
unafisiombanner-1
CESTAODAECONOMIA
ECOMASTER
clinicavitamed
Cartao-de-visita-para-motorista-particular-simples-preto_20231014_003543_0000
mototaxi-1
GUTIERRE

PAULO SOUTO DIZ QUE LÍDICE DA MATA DEVE FAZER AUTOCRÍTICA

  • Jorge Pereira:Jornalista-DRT 0005599/BA - 18/09/2014
                       
Candidato saiu em carreata na quarta-feira, 17, pelo bairro de Pernambués

Candidato saiu em carreata na quarta-feira, 17, pelo bairro de Pernambués

O candidato ao governo do estado pelo DEM, Paulo Souto, respondeu às críticas da adversária Lídice da Mata (PSB) e disse que ela deveria fazer “uma autocrítica” da administração dela em Salvador.

Lídice havia dito que a má qualidade da educação na Bahia é uma “herança maldita do DEM”. Souto atribuiu, ainda, ao atual governo do estado a responsabilidade pelo desempenho no Ideb 2013.

“Por incrível que pareça, nesse governo agora, o Ideb está caindo pela segunda avaliação consecutiva. Já não era bom. Caiu em 2008. Caiu em 2013. Esse é o resultado da educação na Bahia. Nós estamos percebendo claramente. É a greve. É a falta de assistência aos professores que tem feito com que a Bahia consiga ser um dos estados brasileiros que têm caído na avaliação. Isso é gravíssimo”, afirmou Souto.

O candidato ao Palácio de Ondina pelo Democratas avaliou a gestão da postulante do PSB, quando foi prefeita de Salvador em 1993. “Agora eu não quero responder a candidata que devia fazer uma autocrítica, por exemplo, do que foi a administração dela em Salvador. Já que ela está criticando tanto, deveria fazer uma autocrítica do que foi a atuação dela em Salvador, que seguramente não foi boa”, acrescentou.

Na reta final da campanha, Souto destacou que “não há razão para mudar a linha da campanha” e que não vai entrar na onda de “ataques pessoais” dos adversários. “Não há nenhum motivo para a gente mudar nossa estratégia de não entrar na linha dos candidatos adversários, principalmente do candidato do governo, que é uma linha de ataques que chegam até o nível pessoal. Eu não vou fazer isso”
O candidato que tem liderado pesquisas de intenção de voto para governador ressaltou que manterá visitas a cidades do interior e programação na capital. Afirmou também que centralizará as críticas no governo de Jaques Wagner (PT).

“Vou continuar criticando o governo. Isso eu vou. O resultado é um fracasso na educação, saúde e segurança pública. O governo frustrou inteiramente as expectativas da população da Bahia com relação a esses serviços públicos essenciais que afetam o dia a dia da população baiana”, opinou.

Carreata

As declarações de Souto foram feitas após carreata realizada na manhã de ontem nos bairros de Pernambués, Cabula, Tancredo Neves e Doron. Acompanhado do prefeito ACM Neto e do candidato ao Senado pelo PMDB, Geddel Vieira Lima, Souto recebeu acenos de moradores durante o trajeto.O prefeito ACM Neto também foi reconhecido por muitos moradores que gritavam o nome dele.
Reações contrárias também ocorreram, como um homem que tentou fazer com os braços o nome de um dos partidos adversários (PT).

Fonte:Atarde

Compartilhe

Atenção:

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Una News. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS