Una News - Responsabilidade com a Notícia - Nosso WhatsApp (73) 9-9917-3247 Email: unanews@yahoo.com.br

Belmonte: Quatro bandidos morrem em confronto com a polícia

  • Jorge Pereira:Jornalista-MTE 0005599/BA - 31/07/2020

Fuzis russos, pistolas austríacas, carregadores e munições foram apreendidos com o grupo — Foto: Divulgação/SSP

Na noite dessa quinta-feira (30), quatro indivíduos suspeitos de integrar quadrilha de assalto a bancos morreram após confronto com policiais federais e militares. A ação policial aconteceu no município de Belmonte, sul da Bahia. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), os suspeitos se preparavam para atacar um banco na cidade.

Ainda de acordo com a SSP, o grupo é apontado como responsável por outra tentativa de roubo, no dia 22 deste mês, na cidade de Camacã. Na ocasião, parentes de um funcionário de banco foram mantidos reféns. Eles também são suspeitos de tráfico de drogas e homicídios.

De acordo reportagem do G1, o grupo estava escondido em um imóvel, na zona rural de Belmonte. Quatro integrantes foram cercados pelos policiais e, na tentativa de efetuar as prisões, houve confronto e o quarteto acabou baleado. Eles foram socorridos para unidade médica, mas não não resistiram.

Na troca de tiros morreram; Rodrigo Silva Santos, vulgo “Camelô ou Barata” considerado pela policia como um dos chefes da MPA, Erick Matos Rocha, o “Descolado”, Juarez Orrico dos Santos, e um criminoso ainda não identificado.

Foto: Reprodução

Com o grupo, foram apreendidos dois fuzis russos modelo AK 47, calibre 7,62, um fuzil calibre 5,56, duas pistolas austríacas, 20 carregadores e uma granada. A SSP-BA ainda destacou que, entre os integrantes, estava um homem com mandado de prisão em aberto e que, em 2016, foi preso durante operação da PF.

Compartilhe

Atenção:

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Una News. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS