Una News - Responsabilidade com a Notícia - Nosso WhatsApp (73) 9-9917-3247 Email: [email protected]

Saúde de Itabuna na UTI: Vídeo-Bebê morre após espera de 40 minutos dentro de ambulância

  • Jorge Pereira:Jornalista-MTE 0005599/BA - 27/11/2019

Hospital Manoel Novaes, em Itabuna — Foto: Imagem/TV Santa Cruz

No início da manhã desta segunda-feira (25), um bebê de apenas 9 meses da cidade de Pau Brasil morreu cerca de 20 minutos após dar entrada no Hospital Manoel Novaes, na cidade de Itabuna, sul da Bahia.

A família da criança alega que houve demora no atendimento, e que o menino chegou a esperar 40 minutos dentro de uma ambulância até que fosse recebido na unidade.

De acordo com o G1, em nota, a direção do hospital alega que depende de liberação da regulação médica para receber pacientes, e que o bebê não foi atendido antes porque não havia essa autorização.

Confira o vídeo.

A criança morava com a família na reserva indígena de Caramuru Paraguassu, na cidade de Pau Brasil, a pouco mais de 100 km de Itabuna. Segundo a mãe do menino, Bisma Nonato Alves, de 21 anos, a criança começou a passar mal no domingo (24).

O bebê foi atendido inicialmente no Hospital Arlete Magalhães, em Pau Brasil, e, de acordo com a mãe, o médico de lá receitou um medicamento. Contudo, ela não teve condições de comprar e foi pra casa. À noite, o bebê piorou. Foi quando ela voltou à unidade de saúde com a criança, que já apresentava quadro de pneumonia.

A mãe disse ainda que, de lá, a equipe do hospital tentou liberação para o atendimento em Itabuna, mas não conseguiu. Mesmo assim, encaminharam ela e o filho para tentar o atendimento na cidade. Primeiro, eles foram até a maternidade Esther Gomes, mas não conseguiram atendimento. De lá, eles seguiram para o Hospital Manoel Novaes.

Em comunicado, a Santa Casa de Misericórdia de Itabuna, que administra o Hospital Manoel Novaes, conta que a criança chegou na unidade de saúde às 5h15, que às 5h20 houve a liberação da regulação e que o atendimento foi iniciado às 5h35.

Segundo o comunicado, no registro médico aponta que o paciente foi recebido com oxigênio inalatório inadequado, com acesso venoso obstruído, com respiração ofegante, que foi tentada uma reanimação imediata, seguida de entubação e massagem cardíaca, mas que às 5h58 o menino foi dado como morto.

Em nota, a Santa Casa de Misericórdia ainda lamentou a morte de Levi e se solidarizou com a família da criança. *Com as informações do G1

Compartilhe

Atenção:

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Una News. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS