Una News - Responsabilidade com a Notícia - Nosso WhatsApp (73) 99857-0585 Email: unanews@yahoo.com.br
JULIAN-CALCADOS
mercado-uniao-1
espaco-rural-placa-1-1
WhatsApp-Image-2023-07-13-at-11.39.39
escola_coopesul
unafisiombanner-1
CESTAODAECONOMIA
ECOMASTER
clinicavitamed
Cartao-de-visita-para-motorista-particular-simples-preto_20231014_003543_0000
mototaxi-1
GUTIERRE

CANDIDATA QUE TEVE UM VOTO ASSUME VAGA NA CÂMARA DE DRACENA (SP)

  • Jorge Pereira:Jornalista-DRT 0005599/BA - 03/09/2016
                       
Imagem Automática abaixo do botão

5278358

A candidata Aline de Oliveira Souza (PSD), que teve apenas um voto nas eleições de 2012, assume na segunda-feira, 5, a cadeira de vereadora na Câmara de Dracena (SP), cidade de 45,8 mil habitantes, no interior de São Paulo. Ela vai ocupar a vaga deixada pelo vereador Rodrigo Castilho, eleito com 975 votos, que teve o mandato cassado por ter trocado o PSD pelo PSDB fora do prazo legal, segundo o TRE (Tribunal Regional Eleitoral).

Aline foi a menos votada entre os 109 candidatos que disputaram as 14 cadeiras do Legislativo, mas era a única que ainda restava no PSD. Outros cinco candidatos mais votados pela sigla haviam mudado de partido. O caso só não é inédito no Brasil porque, em 2012, um vereador que recebeu um só voto em 2008 assumiu o cargo em Medianeira, no Paraná.

Conforme o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), embora existam muitos candidatos a vereador mais votados na cidade, a cadeira deve ser preenchida por suplente da mesma legenda do vereador cassado. Castilho entrou com recurso contra a cassação e ainda aguarda julgamento. De acordo com o presidente da Câmara, Francisco Rossi (PR), Aline foi localizada em casa de parentes, em Jundiaí, também no interior paulista, e já confirmou que viajará para Dracena para tomar posse.*Uol

Compartilhe

Atenção:

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Una News. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS