Una News - Responsabilidade com a Notícia - Nosso WhatsApp (73) 99857-0585 Email: unanews@yahoo.com.br
JULIAN-CALCADOS
mercado-uniao-1
espaco-rural-placa-1-1
WhatsApp-Image-2023-07-13-at-11.39.39
escola_coopesul
unafisiombanner-1
CESTAODAECONOMIA
ECOMASTER
clinicavitamed
Cartao-de-visita-para-motorista-particular-simples-preto_20231014_003543_0000
mototaxi-1
GUTIERRE

VÍDEO: “’IMPRESSIONANTE”, DIZ ENFERMEIRA SOBRE BEBÊ NASCIDO EM SACO AMNIÓTICO

  • Jorge Pereira:Jornalista-DRT 0005599/BA - 12/08/2016
                       
Imagem Automática abaixo do botão
Bebê gêmeo nasceu envolto no saco amniótico durante cesariana em Barretos, SP (Foto: Gisele Aparecida Correia da Silva/Arquivo pessoal)

Bebê gêmeo nasceu envolto no saco amniótico durante cesariana (Foto: Gisele Aparecida Correia da Silva/Arquivo pessoal)

Segundo Gisele, o fenômeno só foi possível porque a bolsa estava intacta. O bebê ficou alguns momentos em cima da barriga da mãe, enquanto a equipe médica observava os movimentos dele no saco amniótico. “A mãe ficou curiosa, pendido para falar o que estava acontecendo. Na posição que ela estava não tinha jeito de levar o bebê para ela ver. Ele estava em cima da barriga dela. Não teria como por a mão e levantá-lo porque iria romper a bolsa”.

O médico responsável pelo parto usou uma pinça para romper o saco e o bebê, finalmente, nasceu.

Após alguns dias de internação, os irmãos tiveram alta nesta semana e todos, incluindo a mãe, passam bem.

Feto empelicado
O médico e professor de ginecologia da Faculdade de Medicina de Jundiaí, Thomaz Gollop, explica que o saco amniótico é a proteção do bebê no corpo da mãe.

O que ocorreu no parto é chamado feto empelicado, quando o bebê nasce na bolsa intacta. “É como se ele nascesse num colchão de água. Habitualmente, é usado pelos médicos para preservar bebês muito pequenos, prematuros, para sua proteção”, explica Gollop.

Ainda segundo o especialista, provavelmente, por serem gêmeos fraternos, ou seja, formados de óvulos e espermatozoides diferentes, foram desenvolvidas bolsas independentes, o que permitiu que um bebê rompesse o saco e ou outro não.*Do G1

Compartilhe

Atenção:

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Una News. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS