Una News - Responsabilidade com a Notícia - Nosso WhatsApp (73) 99857-0585 Email: unanews@yahoo.com.br
JULIAN-CALCADOS
mercado-uniao-1
espaco-rural-placa-1-1
WhatsApp-Image-2023-07-13-at-11.39.39
escola_coopesul
unafisiombanner-1
CESTAODAECONOMIA
ECOMASTER
clinicavitamed
Cartao-de-visita-para-motorista-particular-simples-preto_20231014_003543_0000
mototaxi-1
GUTIERRE

ITABUNA: AUGUSTO COBRA MAIS APOIO ÀS SANTAS CASAS DE MISERICÓRDIA

  • Jorge Pereira:Jornalista-DRT 0005599/BA - 15/08/2016
                       
Imagem Automática abaixo do botão

fjhfgvbgjhgtfyh

Embora sejam responsáveis por mais de 50% dos atendimentos prestados pelo Sistema Único de Saúde (SUS), as Santas Casas de Misericórdia continuam sofrendo com a desatenção dos governos. O descaso foi mais uma vez denunciado pelo deputado estadual e pré-candidato a prefeito de Itabuna, Augusto Castro (PSDB), que nesta segunda-feira (15) participou da sessão especial que discutiu a situação das Santas Casas na Assembleia Legislativa. Cerca de 200 profissionais dessas instituições participaram do evento, que também marcou a passagem do Dia Nacional das Santas Casas.

Os participantes destacaram o papel das filantrópicas como parceiras na promoção da saúde no estado, mas, ao mesmo tempo, vítimas da falta de recursos devido ao subfinanciamento do SUS. Augusto Castro chamou atenção para o quadro de dificuldades da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna, que realiza mais de 66 mil procedimentos ao ano e atende cerca de 2 milhões de pessoas do próprio município e de seu entorno.

Segundo o deputado, não faltam esforços para minimizar o drama vivido pela Santa Casa de Misericórdia de Itabuna, mas existe um distanciamento do governo em relação à causa. “Em 2014, viabilizamos R$400 mil para a instituição e fizemos também uma intervenção para que o Hospital São Lucas não fechasse”, lembrou Augusto. Ele disse que as consequências da crise do setor afetam os trabalhadores da saúde e acabam comprometendo a qualidade do atendimento.

De acordo com o provedor da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna, Eric Ettinger Jr., a instituição corre sério risco de fechar suas portas. Para ele, a solução imediata que precisa ser tomada é o reajuste da tabela do SUS a nível nacional. Enquanto isso não ocorre ele sugere incentivos. “Se não pode ocorrer um reajuste propriamente dito na tabela, que seja em forma de incentivos como vem ocorrendo em outros estados em que há um multiplicador da tabela SUS para poder melhorar o financiamento” frisou.

SALÁRIOS ATRASADOS – “Recebemos aqui hoje na Assembleia profissionais com salários atrasados e sem poder atender seus pacientes. Esses profissionais apelam pela atenção do governo e questionam se é justo que paguem a conta da dívida acumulada e eu me junto a essas vozes em busca de uma resposta concreta do governador. Saúde não tem preço, mas tem custos e todos precisam tomar consciência disso, pois a saúde é essência a vida humana”, declarou Augusto. Uma das sugestões apresentadas pelo deputado é de que a bancada baiana viabilize junto à Comissão Mista do Orçamento do Congresso no Congresso Nacional a previsão de emenda impositiva de 80 a 100 milhões de reais por ano para custeio e manutenção das Santas Casas no Brasil.

Também presente à cerimônia, o deputado federal Antônio Brito destacou a atuação de Augusto Castro em Itabuna e salientou que essa iniciativa dos parlamentares é suprapartidária e interessa a todos. “Essa frente não é contra ninguém, ela é a favor do SUS, das Santas Casas, é a favor de todos”, afirmou Brito. O Secretário de Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, reiterou a limitação dos orçamentos da União e do estado, mas se comprometeu em não deixar morrer nenhuma entidade filantrópica do estado da Bahia.

Compartilhe

Atenção:

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Una News. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS