Una News - Responsabilidade com a Notícia - Nosso WhatsApp (73) 99857-0585 Email: unanews@yahoo.com.br
JULIAN-CALCADOS
mercado-uniao-1
espaco-rural-placa-1-1
WhatsApp-Image-2023-07-13-at-11.39.39
escola_coopesul
unafisiombanner-1
CESTAODAECONOMIA
ECOMASTER
clinicavitamed
Cartao-de-visita-para-motorista-particular-simples-preto_20231014_003543_0000
mototaxi-1
GUTIERRE

MORRE TIO QUE MATOU SOBRINHA POR CAUSA DE PENSÃO

  • Jorge Pereira:Jornalista-DRT 0005599/BA - 20/09/2014
                       
Imagem Automática abaixo do botão

a

O comerciante Marco Antonio Teixeira Costa, acusado de matar uma sobrinha e esfaquear a outra durante uma briga em Vilas do Atlântico, em Salvador, morreu nesta sexta-feira (19). De acordo com a Superintendência de Telecomunicações das Polícias Civil e Militar (Stelecom), Marco morreu por volta das 22h no Hospital Salvador, no bairro da Federação, onde estava internado desde o dia 3 de setembro.

A morte da empresária Luciana Augusta Teixeira Lustosa, de 34 anos, foi provocada, segundo a polícia, por Marco Antonio, tio da vítima, que também esfaqueou a irmã de Luciana, Sílvia Augusta Teixeira Lustosa, de 31 anos. A confusão, motivada pela disputa da administração de uma pensão, ocorreu no dia 1º de setembro, quando a família marcou uma reunião para discutir os gastos e fazer uma espécie de prestação de contas.

 Até então, o cartão era administrado por Sílvia. A dona da pensão era a mãe de Marco e a avó das irmãs Luciana e Sílvia, dona Mariah Teixeira dos Santos, de 78 anos, que recebia o dinheiro desde a morte do marido, auditor fiscal da fazenda. Após o crime, Marco Antonio teve a prisão preventiva decretada e iria responder por homicídio qualificado e tentativa de homicídio qualificada.

O comerciante, que morava em São Paulo, sofreu traumatismo craniano após ser atingido por uma cadeira arremessada pelo marido de Sílvia no dia da briga. Informações do A Tarde.

 

Compartilhe

Atenção:

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Una News. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS