Una News - Responsabilidade com a Notícia - Nosso WhatsApp (73) 99857-0585 Email: unanews@yahoo.com.br
JULIAN-CALCADOS
mercado-uniao-1
espaco-rural-placa-1-1
WhatsApp-Image-2023-07-13-at-11.39.39
escola_coopesul
unafisiombanner-1
CESTAODAECONOMIA
ECOMASTER
clinicavitamed
Cartao-de-visita-para-motorista-particular-simples-preto_20231014_003543_0000
mototaxi-1
GUTIERRE

HOMEM É PRESO POR COZINHAR CACHORRO DE SUA EX-NAMORADA

  • Jorge Pereira:Jornalista-DRT 0005599/BA - 14/09/2014
                       
Imagem Automática abaixo do botão

Ryan Watenpaugh também teria servido partes do animal a ex durante um jantar

Ryan Watenpaugh teria cozinhado o cachorro de sua ex-namorada e servido a ela partes do animal durante um jantar a dois. Foto: Reprodução / Daily Mirror

Ryan Watenpaugh teria cozinhado o cachorro de sua ex-namorada e servido a ela partes do animal durante um jantar a dois.
Foto: Reprodução / Daily Mirror 

Um homem foi preso na Califórnia, nos Estados Unidos, por ter cozinhado o cachorro de sua ex-namorada e a servido partes do animal em uma jantar romântico, de acordo com informações do Daily Mirror.

Após o jantar, Ryan Watenpaugh enviou à sua ex-namorada uma mensagem de texto explicando o que tinha feito. Em seguida, o homem de 34 anos deixou duas patas de cachorro em frente à casa da ex.

Watenpaugh também é acusado de ter batido diversas vezes na ex-companheira enquanto estavam em um relacionamento. Durante uma briga, a mulher saiu do apartamento e, quando voltou, o namorado tinha ido embora e levado o animal de estimação, chamado Bear. O casal se reconciliou alguns dias depois e a polícia afirma que Watenpaugh cozinhou o cachorro.

Ele foi preso acusado de crueldade contra animais, violência doméstica, perseguição e cárcere privado.

Compartilhe

Atenção:

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Una News. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS