Una News - Responsabilidade com a Notícia - Nosso WhatsApp (73) 99857-0585 Email: unanews@yahoo.com.br
JULIAN-CALCADOS
mercado-uniao-1
espaco-rural-placa-1-1
WhatsApp-Image-2023-07-13-at-11.39.39
escola_coopesul
unafisiombanner-1
CESTAODAECONOMIA
ECOMASTER
clinicavitamed
Cartao-de-visita-para-motorista-particular-simples-preto_20231014_003543_0000
mototaxi-1
GUTIERRE

JUSTIÇA EXIGE QUE CAIXA REVELE QUEM GANHOU MEGA-SENA DO ‘BILHETE FURTADO’

  • Jorge Pereira:Jornalista-DRT 0005599/BA - 23/12/2013
                       

Apostador de Ribeirão Preto (SP) diz ter sido furtado pelo próprio irmão.Caixa Econômica informou que ainda não foi notificada sobre a liminar.

Aposta vencedora da Mega-Sena virou caso de polícia em Ribeirão Preto, SP (Foto: Reprodução/EPTV)
A Justiça Federal de São Paulo determinou que a Caixa Econômica Federal informe quem foram os dois ganhadores de um sorteio da Mega-Sena realizado em setembro com um prêmio de R$ 7,8 milhões. A decisão foi expedida em favor de um homem que acusou o próprio irmão de ter furtado o bilhete premiado em Ribeirão Preto (SP). A Caixa informou que ainda não foi notificada sobre a decisão.
A determinação, em primeira instância, foi publicada pela Justiça Federal em 19 de dezembro em resposta a um requerimento encaminhado pelo homem que diz ter sido vítima do furto. A história chegou ao conhecimento da polícia depois que o suposto ganhador, de 40 anos, registrou, no dia 4 de novembro, um termo circunstanciado no 6º Distrito Policial de Ribeirão, comunicando que o bilhete premiado tinha sido extraviado.
Dias depois, segundo o delegado Samuel Zanferdini, o rapaz informou que o próprio irmão teria levado o documento de dentro de sua casa. A suspeita foi levantada dois meses depois do sorteio, realizado em 14 de setembro e que teve um ganhador de Ribeirão e outro de Guarulhos (SP). LEIA MAIS.
G1

Compartilhe

Atenção:

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Una News. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS