Una News - Responsabilidade com a Notícia - Nosso WhatsApp (73) 9-9917-3247 Email: unanews@yahoo.com.br

SALÁRIO REFERENTE A DEZEMBRO DE 2012 CONTINUA ATRASADO

  • Jorge Pereira:Jornalista-DRT 0005599/BA - 04/05/2013
                       
Imagem Automática abaixo do botão

Postagem:http://pandepressao.blogspot.com.br

Mais um mês se passou e os servidores públicos municipal de Una, lotados no Fundeb40 continuam sem receber o salário referente ao mês de dezembro de 2012, que o último gestor deixou em atraso. Em 27/02/2013 estiveram na presença do MM. Juiz de Direito Substituto, Régio Tiba Xavier, O Sr. Osvanildo de Souza Paixão representando o Sinfespu, a Srª. Diane Brito Rusciolelli representando o município, acompanhados pelos seus advogados para celebrarem um acordo, onde ficou estabelecido datas e quantias para efetuar o pagamento do referido salário. Só que até agora os funcionários que prestam serviços à educação, por um capricho da gestora e da sua equipe, ainda estão sem receber seus salários e com dificuldades para honrar seus compromissos.

É bom que fique claro que os servidores públicos municipal não eram funcionários da fazenda do Sr. Dejair Birschner. O servidor é FUNCIONÁRIO PÚBLICO, tem como patrão o POVO UNENSE! Não importa quem seja o gestor, a Prefeitura Municipal de Una, Pessoa jurídica, é quem deve o salário do mês de dezembro/2012, e tem que pagar. Segundo postagem do Una na Mídia atribuída a ASCOM, na pessoa do Sr. Erlan Santos: “O Salário é o fruto do trabalho. É com ele que pagamos nossas contas, nos alimentamos, nos vestimos e conquistamos sonhos. Mesmo sendo ele mínimo ou teto é o reconhecimento do  suor do trabalhador”. Baseando-se nessas palavras, nada mais justo que se pague o salário devido!

Afinal de contas, existe um acordo celebrado perante uma autoridade jurídica. Esse acordo tem ou não validade? Será que em Una assinaturas não tem mais valor? Esse acordo, assinado e protocolado, é somente um pedaço de papel sem validade? São muitas dúvidas, muitas perguntas que estão deixando os servidores desnorteados. Em quem acreditar agora?   Se a pessoa que propunha uma mudança (para melhor) está fazendo o mesmo que gestores anteriores faziam: agindo com mão de ferro, centralizando o poder e tratando o servidor como um empregadinho qualquer. Como sempre disse o vice-prefeito: o servidor é patrimônio do município e deve ser tratado com respeito. 

Veja abaixo cópia do acordo celebrado entre Sinfespu e Município de Una, perante o Juiz de Direito Substituto, MM. Régio Bezerra Tiba Xavier:


Compartilhe

Atenção:

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Una News. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS