Una News - Responsabilidade com a Notícia - Nosso WhatsApp (73) 9-9917-3247 Email: unanews@yahoo.com.br

Evangélicos luteranos celebram nesta segunda-feira o Dia da Reforma Protestante

  • Jorge Pereira:Jornalista-DRT 0005599/BA - 31/10/2022
                       
Imagem Automática abaixo do botão

Martinho Lutero foi o responsável por abalar as estruturas da Igreja Católica no século 16 Banco de Dados

Nesta segunda-feira (31), é celebrado o Dia da Reforma Protestante. Foi em 31 de outubro de 1517 que Martinho Lutero pregou as teses que abalaram a Igreja Católica e dividiram o cristianismo. Em virtude do acontecimento, algumas cidades gaúchas, de colonização alemã, comemoram a data anualmente, parte delas com feriado e programações especiais.

Para os luteranos, a Reforma Protestante levou a mudanças importantes em diversos aspectos da sociedade: além da religião, foco principal da revolta do então jovem monge, transformações na educação, na ética, na política e no trabalho também foram inspiradas pelos ideais protestantes. As contestações de Lutero provocaram mudanças que ultrapassaram os muros da igreja – ou das igrejas, como passaria a ser a partir da Reforma Protestante — e que têm impacto até os dias de hoje.

No Brasil, onde chegou no início do século 19, com os imigrantes alemães, o luteranismo marca presença principalmente nas regiões Sul e Sudeste. Ficam no Rio Grande do Sul, onde se estima que estão mais da metade das pessoas que se identificam como devotas dos ensinamentos de Lutero no país, as sedes nacionais das duas instituições luteranas brasileiras: a Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB) e a Igreja Evangélica Luterana do Brasil (Ielb).

Fonte:GZH

LEIA TAMBÉM: Una: Grupo político do Prefeito Tiago mostra força com mais de 60% dos votos para ACM Neto

Siga  nossa página no Instagram e Facebook e fique por dentro das notícias!

Compartilhe

Atenção:

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Una News. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS