Una News - Responsabilidade com a Notícia - Nosso WhatsApp (73) 99857-0585 Email: unanews@yahoo.com.br
JULIAN-CALCADOS
mercado-uniao-1
espaco-rural-placa-1-1
WhatsApp-Image-2023-07-13-at-11.39.39
escola_coopesul
unafisiombanner-1
CESTAODAECONOMIA
ECOMASTER
clinicavitamed
Cartao-de-visita-para-motorista-particular-simples-preto_20231014_003543_0000
mototaxi-1
GUTIERRE

Denúncia grave: Prefeitura de Camacan pagou mais de 60mil reais, pela locação de um “Veículo Fantasma”

  • Jorge Pereira:Jornalista-DRT 0005599/BA - 16/01/2020
                       

Camacan Bahia. (Foto: Google imagens)

Uma denúncia grave chegou a redação do Una News nesta quarta-feira (15), onde as informações repassadas são que a Prefeitura Municipal de Camacan, no sul da Bahia, sob a gestão do Prefeito Oziel Rodrigues da Cruz Bastos, “Oziel da Ambulância”, realizou pagamentos de aluguel de veículo de forma irregular, “Veículo Fantasma”.

Segundo a denúncia, a empresa CARVALHO SANTOS COMERCIAL E SERVIÇOS LTDA-ME, recebeu da prefeitura mais de R$ 60.000,00 (Sessenta mil reais), pelo aluguel do veículo Strada placa policial OQL-7708/Camacan-BA. “O veículo trabalhou na Prefeitura apenas no ano de 2017, durante os anos de 2018 que foi pago 7 meses e 2019 pago 5 meses, o serviço não foi prestado pelo referido veículo”, disse o denunciante que pediu anonimato.

Tentamos entrar em contato com o Secretário de Administração do município, via telefone e e-mail, no intuito de obter esclarecimento sobre o caso citado, mas não tivemos êxito. Conseguimos apenas falar por telefone com a pessoa que o carro está em seu nome, ele nos contou que o Strada foi vendido a um bom tempo, e apesar do veículo está em seu nome por conta do comprador não ter realizado a transferência de nome através do Detran, nunca recebeu nenhum valor da Prefeitura de Camacan.

Além do e-mail enviado, o Una News solicitou da Prefeitura de Camacan, através do Sistema Eletrônico do Serviço de Informações ao Cidadão (e-SIC), cópias de vários documentos que possa esclarecer o teor da denúncia. Conforme a Lei Federal  nº 12.527, DE 18 DE NOVEMBRO DE 2011, a Prefeitura de Camacan tem o prazo de 30 dias para nos entregar o material solicitado.

Ainda de acordo com informações, assim que a Câmara de vereadores retornar do recesso, os parlamentares vão abrir uma Comissão Especial de Inquérito (CEI), para apurar a suposta irregularidade e oficializar a denúncia no Ministério Público Estadual da Bahia, e no Tribunal de Contas da Bahia-TCM.

Compartilhe

Atenção:

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Una News. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS