Una News - Responsabilidade com a Notícia - Nosso WhatsApp (73) 9-9917-3247 Email: [email protected]

Extrativistas e indígena receberam Prêmios Internacional Pela Conservação da Natureza

  • Jorge Pereira:Jornalista-MTE 0005599/BA - 22/10/2019

Com o tema Soluções para o bem-estar e desenvolvimento sustentável, o evento contou com a presença de autoridades de diversos países da região.

Lilian dos Campinhos, Sônia Guajarara, Carlos Alberto dos Santos e Maria da Gloria receberam Prêmios em evento internacional.

Em Lima no Peru aconteceu o III Congresso de Áreas Protegidas da América Larina e Caribe (CAPLAC), no Centro de Convenções de Lima, de 14 a 17 de outubro e reuniu mais de 2.500 especialistas em temas de conservação de 37 países.

Presentes a iniciativa representações extrativistas, indígena, organizações da sociedade civil e do poder público que promovem a gestão ambiental, o desenvolvimento sustentável, a conservação dos territórios e contribuir com a defesa e proteção dos territórios tradicionais brasileiro.

.

O evento organizado pelo Ministério do Meio Ambiente do Peru e o Serviço de Áreas Protegidas pelo Estado (Sernanp), a União Internacional para a Conservação da Natureza e sua Comissão Mundial de Áreas Protegidas, Rede Latino-Americana de Cooperação Técnica em Parques Nacionais, outras Áreas Protegidas, Flora e Fauna Silvestre (RedParques) e pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO). Maiores informações (CLIQUE AQUI)

.

Na oportunidade representações indígenas e Extrativistas receberam Prêmios Iniciativas Comunitárias PACKARD da IUCN União Internacional Pela Conservação da Natureza como reconhecimento pelos relevantes serviços prestados em prol da Conservação da Natureza.

.

Esse prêmio é outorgado a lideranças governamentais, pesquisadores e ativistas de todo mundo que dedicam suas vidas para defender a natureza. Foi a primeira vez que uma Indígena e um Pescador artesanal recebeu em mais de 20 anos de premiação.

A representante indígena brasileira Sônia Guajajara, têm uma história de luta em favor das terras indígenas, além de ser uma defensora do meio ambiente,  atua também nas organizações indígenas: Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB), articulações dos povos indígenas no Maranhão (COAPIMA) e na Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (COIAB.

Os representantes dos Extrativistas do Brasil através da Rede de Mulheres, Amex, CONFREM e do CNPCT, Carlos Santos, Dona Maria do Caranguejo e Lilian dos Campinhos, estiveram presentes nos quatro dias de eventos para apresentar iniciativas de gestão e proteção territorial, suas articulações políticas e sociais  das organizações, as quais fazem parte. Fonte: Blog Povos Indígenas 

Compartilhe

Atenção:

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Una News. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS