Una News - Responsabilidade com a Notícia - Nosso WhatsApp (73) 99857-0585 Email: unanews@yahoo.com.br
JULIAN-CALCADOS
mercado-uniao-1
espaco-rural-placa-1-1
WhatsApp-Image-2023-07-13-at-11.39.39
escola_coopesul
unafisiombanner-1
CESTAODAECONOMIA
ECOMASTER
clinicavitamed
Cartao-de-visita-para-motorista-particular-simples-preto_20231014_003543_0000
mototaxi-1
GUTIERRE

DECRETO QUE REBAIXOU A CEPLAC É ANULADO; BEBETO COMEMORA

  • Jorge Pereira:Jornalista-DRT 0005599/BA - 16/04/2016
                       
Imagem Automática abaixo do botão

Bebeto___

A região cacaueira amanheceu nesta sexta-feira (15), com uma importante notícia. Foi publicada no Diário Oficial da União a revogação do decreto 8701/2016, que rebaixava o status administrativo da Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (CEPLAC). A medida foi comemorada pelo deputado federal Bebeto Galvão (PSB), que foi um dos principais articuladores para garantir a anulação do inoportuno decreto, que foi baixado em março na calada da noite pela ministra da Agricultura, Kátia Abreu, pegando toda região de surpresa.

“A derrubada desse decreto significa uma grande vitória da região cacaueira, significa a vitória do diálogo, do bom senso, da união dos produtores de cacau, dos empresários, dos trabalhadores, dos políticos, de toda sociedade baiana, que enfrentou esse episódio com firmeza e determinação”, comemora Bebeto.

Desde que a essa ideia de rebaixar a Ceplac foi ventilada, uma verdadeira força-tarefa foi realizada na Bahia, com a participação de diversos segmentos da sociedade e da política, para evitar que o decreto fosse publicado. Mas, lamentavelmente, a ministra da Agricultura descumpriu o acordo firmado com parlamentares baianos e publicou a alteração sem consultar a bancada. A medida provocou um sentimento de revolta na Bahia e o governo voltou atrás e garantiu que devolveria o status original à Ceplac. “Quero agradecer a cada um dos envolvidos, a todos que nos ajudaram a reverter esse golpe contra a cacauicultura. Não podemos ser exclusivistas. Esse é o resultado de união de todas as classes em defesa de um assunto de interesse coletivo” declara o deputado Bebeto.

Bebeto informa que a partir de agora, revogado o decreto, o desafio é provocar o debate em torno do novo modelo de organização e funcionamento da CEPLAC, definindo o papel do órgão, a partir do diálogo com todos os estados produtores de cacau, principalmente a Bahia, que é o principal produtor do fruto no país. “A minha defesa é que tenhamos condições de mais investimentos em inovação, pesquisa e tecnologia, fortalecendo a produção local e intensificando a relação com mercados internacionais, além de garantir a valorização e qualificação do quadro profissional, tanto dos técnicos vigentes, como a realização de novo concurso público”, completa.

Compartilhe

Atenção:

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Una News. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS