Una News - Responsabilidade com a Notícia - Nosso WhatsApp (73) 99857-0585 Email: unanews@yahoo.com.br
JULIAN-CALCADOS
mercado-uniao-1
espaco-rural-placa-1-1
WhatsApp-Image-2023-07-13-at-11.39.39
escola_coopesul
unafisiombanner-1
CESTAODAECONOMIA
ECOMASTER
clinicavitamed
Cartao-de-visita-para-motorista-particular-simples-preto_20231014_003543_0000
mototaxi-1
GUTIERRE

DELCÍDIO INCRIMINA 41 POLÍTICOS

  • Jorge Pereira:Jornalista-DRT 0005599/BA - 16/03/2016
                       
Imagem Automática abaixo do botão

tnbvecrgfdc

Na delação premiada do senador Delcídio Amaral ele cita 41 políticos e seus principais assessores. A gravação da conversa com o ministro Aloizio Mercadante é o ponto alto. Mas não se pode minimizar o restante.

Em política nunca importa se uma denúncia é verdade ou não, Elas ficam tatuadas no corpo de parlamentares, ministros, presidentes e ex-presidentes; e são usadas por seus adversários políticos.

O ex-presidente Lula é o mais citado, mas o senador apontou seu dedo em várias direções.

A presidente Dilma está na lista e seu adversário nas eleições presidenciais, o senador e presidente do PSDB, Aécio Neves, também. O vice-presidente da República e presidente do PMDB, Michel Temer, aparece como padrinho de um suspeito. O papo furado dos vazamentos seletivos foi para o espaço.

Os presidentes do Senado e da Câmara, Renan Calheiros e Eduardo Cunha, também estão no liquidificador. Delcídio é um réu confesso que aponta seu dedo para autoridades dos governos Lula, Dilma e Fernando Henrique.

Lá estão ministros da Fazenda, Antônio Palocci e Pedro Malan; presidentes da Petrobras, Joel Rennó e Phillipe Reichstul; os líderes do PMDB, Eunício Oliveira e do PT, Humberto Costa; e tesoureiros das campanhas presidenciais do PT: José Di Philipi e Edinho Silva. Até mesmo mortos foram ressuscitados: José Janene, Eduardo Campos, José Eduardo Dutra e Antonio Carlos Magalhães. *O Globo

Compartilhe

Atenção:

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Una News. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS