Una News - Responsabilidade com a Notícia - Nosso WhatsApp (73) 99857-0585 Email: unanews@yahoo.com.br
JULIAN-CALCADOS
mercado-uniao-1
espaco-rural-placa-1-1
WhatsApp-Image-2023-07-13-at-11.39.39
escola_coopesul
unafisiombanner-1
CESTAODAECONOMIA
ECOMASTER
clinicavitamed
Cartao-de-visita-para-motorista-particular-simples-preto_20231014_003543_0000
mototaxi-1
GUTIERRE

SECRETÁRIO DEFENDE PMS QUE MATARAM 12 EM SUPOSTO CONFRONTO

  • Jorge Pereira:Jornalista-DRT 0005599/BA - 07/02/2015
                       
Armas, drogas e celulares foram encontrados pelos policiais

Armas, drogas e celulares foram encontrados pelos policiais

Em entrevista nesta sexta-feira, 6, depois da morte de 12 pessoas em suposto confronto com PMs da Rondesp, o secretário de Segurança Maurício Barbosa defendeu os policiais.

“A resposta é essa. O estado tem que atuar de forma enérgica no combate a criminalidade e ao crime organizado. Defendo muito a vida dos meus policiais, o que importa é a vida dos policiais e da sociedade”, disse. (Ouça o áudio completo)

Na mesma entrevista, quando falava sobre a programação para o Carnaval, o governador Rui Costa disse que o caso não vai prejudicar o estado na atração de turistas. Além disto, Costa ressaltou que, neste momento, não há nenhum indicativo de afastamento dos policiais envolvidos no tiroteio.

O confronto que resultou nas 12 pessoas mortas, inicialmente a polícia havia divulgado 13 mortes, aconteceu por volta de 2h40 desta sexta, na Estrada das Barreiras, no bairro do Cabula, em Salvador. De acordo com informações da PM, os policiais da Rondesp foram chamados para averiguar grupo de 30 homens que planejava arrombar uma agência bancária.

Versão da PM

Em nota, a polícia explica que a guarnição foi enviada ao local e percebeu que os suspeitos estavam escondidos em uma baixada. Segundo informações que circulam por grupos da polícia, os suspeitos vestiam uniformes do Exército, portavam armas de fogo e estavam a bordo de carros e motocicletas.

Eles começaram a atirar contra os agentes e um sargento foi atingido de raspão na cabeça.

Os policiais reagiram e, segundo informações atualizadas pelo Departamento de Comunicação Social da Polícia, foram baleados 16 criminosos. Destes, 13 morreram, dois passaram por cirurgia no Hospital Roberto Santos e um passa bem após ser atingido por um disparo na perna. Já o sargento foi socorrido e liberado.

Entre os envolvidos, foram identificados até o momento Arão de Paula Santos, de 23 anos, Luan Lucas Vieira de Oliveira, de 20, Elenilson Santana da Conceição, de 22, e o adolescente L.M.B, de 15 anos.

Com o grupo, foram encontradas 16 armas e uma grande quantidade de drogas, que não foi especificada pela polícia.

A nota enfatiza ainda que “as ações estão intensificadas no local com o objetivo de garantir a tranquilidade da população”.

Fonte: A Tarde

Compartilhe

Atenção:

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Una News. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS