Una News - Responsabilidade com a Notícia - Nosso WhatsApp (73) 99857-0585 Email: unanews@yahoo.com.br
JULIAN-CALCADOS
mercado-uniao-1
espaco-rural-placa-1-1
WhatsApp-Image-2023-07-13-at-11.39.39
escola_coopesul
unafisiombanner-1
CESTAODAECONOMIA
ECOMASTER
clinicavitamed
Cartao-de-visita-para-motorista-particular-simples-preto_20231014_003543_0000
mototaxi-1
GUTIERRE

POPULARES SAQUEIAM HOTEL DE ALBERTO YOUSSEF EM PORTO SEGURO

  • Jorge Pereira:Jornalista-DRT 0005599/BA - 15/02/2015
                       

Imagem1O Web Hotel Príncipe da Enseada, localizado na BR-367, na orla de Coroa Vermelha, em Cabrália, quase na divisa com Porto Seguro, vem sendo saqueado há aproximadamente 10 dias. De acordo com informações, os furtos estão sendo cometidos por populares, que já retiraram móveis e outros objetos que estavam no interior do imóvel. Portas, janelas, painéis de vidro e aparelhos de ar-condicionado também foram levados em questão de poucos dias. No sábado à tarde (14) havia pessoas retirando as telhas. Os saques acontecem livremente, sem que a polícia ou outras autoridades tomem qualquer medida para impedir o vandalismo.

O hotel, de propriedade de um grupo pertencente ao doleiro Alberto Youssef, foi lacrado pela Justiça em março de 2014, durante a Operação Lava Jato. Segundo as investigações apuraram, o Príncipe da Enseada está entre os empreendimentos imobiliários que, de forma indireta, receberam recursos desviados de obras da Petrobras. Youssef é apontado como o líder de um esquema bilionário de lavagem de dinheiro e atos de corrupção na Petrobras descoberto pela Operação Lava Jato. No acordo de colaboração premiada firmado com o Ministério Público Federal e homologado pelo ministro Teori Zavascki, Youssef abriu mão em favor da Justiça de uma série de bens e imóveis em oito cidades em quatros estados, entre eles o Web Hotel Príncipe da Enseada. Informações do Radar64.

Compartilhe

Atenção:

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Una News. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS