Una News - Responsabilidade com a Notícia - Nosso WhatsApp (73) 99857-0585 Email: unanews@yahoo.com.br
JULIAN-CALCADOS
mercado-uniao-1
espaco-rural-placa-1-1
WhatsApp-Image-2023-07-13-at-11.39.39
escola_coopesul
unafisiombanner-1
CESTAODAECONOMIA
ECOMASTER
clinicavitamed
Cartao-de-visita-para-motorista-particular-simples-preto_20231014_003543_0000
mototaxi-1
GUTIERRE

ROBINHO É INVESTIGADO NA ITÁLIA POR ENVOLVIMENTO EM ESTUPRO COLETIVO EM MILÃO

  • Jorge Pereira:Jornalista-DRT 0005599/BA - 22/10/2014
                       
Imagem Automática abaixo do botão

Brasileira de 18 anos diz que jogador e grupo de amigos a forçaram a fazer sexo em noite de janeiro de 2013.

download

O atacante Robinho está sendo investigado na Itália por suposto envolvimento em um caso de estupro coletivo, em janeiro de 2013, quando era jogador do Milao. O promotor Stefano Ammendola chegou a pedir a prisão do jogador, o que foi negado pela Justiça italiana. A notícia foi divulgada nesta quarta-feira pelo jornal italiano “Corriere della Sera”.

Uma jovem brasileira de 18 anos relatou à polícia local ter conhecido o atacante em um restaurante em Milão, onde Robinho estaria com sua esposa e cinco amigos. Na mesma noite, o atleta teria levado sua esposa para sua casa e retornado ao restaurante. Algumas horas depois, o grupo teria forçado a mulher a fazer sexo com eles.

A jovem só teria denunciado o caso seis meses depois, já em julho de 2013, após o fim da temporada europeia, quando Robinho negociava sua saída do Milan. Em agosto do mesmo ano, o atacante acertou sua transferência para o Santos.

A juíza Alessandra Simion, contudo, negou o pedido de prisão justificando que ainda não há evidencias suficientes, que Robinho não possui antecedentes criminais e que o atacante, por estar no Brasil, não está atrapalhando as investigações.

Antecedente – Em 2009, enquanto defendia o Manchester City, da Inglaterra, Robinho enfrentou acusações semelhantes. Na época, uma estudante inglesa de 18 anos alegou ter sido abusada sexualmente pelo brasileiro em uma boate de Leeds, no norte da Inglaterra, quando o jogador estava acompanhado de seus colegas de elenco. A polícia local, no entanto, inocentou o atacante e arquivou o caso.

Fonte:Ig

Compartilhe

Atenção:

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Una News. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS