Una News - Responsabilidade com a Notícia - Nosso WhatsApp (73) 99857-0585 Email: unanews@yahoo.com.br
JULIAN-CALCADOS
mercado-uniao-1
espaco-rural-placa-1-1
WhatsApp-Image-2023-07-13-at-11.39.39
escola_coopesul
unafisiombanner-1
CESTAODAECONOMIA
ECOMASTER
clinicavitamed
Cartao-de-visita-para-motorista-particular-simples-preto_20231014_003543_0000
mototaxi-1
GUTIERRE

“TEM QUE IR PARA A CADEIA”, DIZ ACM NETO SOBRE PETISTAS ENVOLVIDOS EM ESCÂNDALO

  • Jorge Pereira:Jornalista-DRT 0005599/BA - 24/09/2014
                       
Imagem Automática abaixo do botão
Foto:Divulgação

Foto:Divulgação

O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), disse ter recebido com surpresa as denúncias envolvendo o Instituto Brasil e petistas baianos. Segundo denúncia veiculada na revista Veja, a presidente da entidade, Dalva Sele, desviou quase R$ 18 milhões para a construção de casas populares para financiar campanhas eleitorais do Partido dos Trabalhadores. Em entrevista ao Bocão News, nesta terça-feira (23), o demista foi incisivo: “tem que ir para a cadeia”.

Além de surpreso, o gestor baiano se disse indignado com a denúncia, que deve ser apurada para punir os envolvidos. O demista comparou o escândalo como o escândalo do Mensalão. “Se forem comprovadas, elas são de maior gravidade que o ‘mensalão’ que desvendamos em Brasília, porque são valores desviados de um fundo de combate à pobreza, que era para construir casas populares. A gente olha quantas pessoas moram embaixo de ponte, em condições sub-humanas, com risco de vida. Recursos sendo desviados, realmente é o fim do mundo”, disse.

O demista também respondeu às insinuações do presidente do PT na Bahia, Everaldo Anunciação, de que o DEM faz uma “armação política” e teria efetuado pagamentos à Dalva Sele em contrapartida das denúncias à publicação. Para o prefeito, a estratégia petista é acusar adversários, já que não tem como comprovar inocência. “Essa é uma estratégia conhecida no Brasil. A pessoa quando não tem como se justificar, se defender, acusa o adversário político. Uma estratégia que não cola. É um absurdo que haja qualquer tipo de envolvimento do meu partido nesse processo. Eu nunca vi essa moça, Dalva, jamais. Conhecia as denúncias que envolvia a sua organização não governamental, mas a relação sempre foi do lado de lá”, apontou.

ACM Neto ainda assegurou que todas as acusações por parte do PT serão respondidas judicialmente. Sobre os envolvimentos de prefeitos, como a ex-prefeita de Madre de Deus, Eranita Oliveira, do PMDB – partido da base aliada do prefeito -, Neto desconversou e apenas disse que deseja que todos os envolvidos, independente de qualquer legenda, sejam investigados e punidos. Informações Bocão news

Compartilhe

Atenção:

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Una News. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS