Una News - Responsabilidade com a Notícia - Nosso WhatsApp (73) 99857-0585 Email: unanews@yahoo.com.br
JULIAN-CALCADOS
mercado-uniao-1
espaco-rural-placa-1-1
WhatsApp-Image-2023-07-13-at-11.39.39
escola_coopesul
unafisiombanner-1
CESTAODAECONOMIA
ECOMASTER
clinicavitamed
Cartao-de-visita-para-motorista-particular-simples-preto_20231014_003543_0000
mototaxi-1
GUTIERRE

RUI DIZ QUE PAULO SOUTO QUE É RESPONSÁVEL POR ATRASOS EM OBRAS NO ESTADO

  • Jorge Pereira:Jornalista-DRT 0005599/BA - 17/09/2014
                       
Imagem Automática abaixo do botão

a

Em resposta às críticas do adversário, Paulo Souto (DEM), o candidato ao governo do estado Rui Costa disse que o ex-governador é o responsável por atrasos em obras de infraestrutura na Bahia, já que em oito anos de governo não fez nenhuma.

“Eu perguntei ao ex-presidente Lula quantos projetos para financiamento federal o candidato da oposição levou para Brasília, quando era governador, e ele disse: ‘nenhum’. Agora ele critica atrasos na Ferrovia Oeste-Leste (Fiol) e Porto Sul”,
comentou. “É melhor ter obra atrasada a ficar acomodado, sem ferrovia, aeroporto, porto, via-expressa e estradas de qualidade. Ele não teve iniciativa e agora critica o atraso nas obras que Jaques Wagner está fazendo”, disse Rui, na manhã dessa quarta-feira (17), em entrevista à Band News de Salvador.

Segundo Rui, o candidato a vice-governador da coligação Pra Bahia Mudar Mais, João Leão, chegou a levar o projeto da FIOL ao antecessor de Jaques Wagner, mas ele rejeitou a proposta dizendo para esquecer, que aquilo era um sonho. “Mas quando Leão apresentou a ideia a Wagner, então ministro, o projeto foi acolhido e chegou à mesa de Lula, que topou fazer”, lembrou o candidato petista. “Se o ex-governador pensasse grande, hoje a Bahia teria mais infraestrutura de logística, necessária para a implantação de novas empresas e mais oportunidades para os baianos”, acrescentou. “Todo atraso é culpa dele, que não quis sequer tirar a obra do papel”.

Rui disse que terá mais sorte que Wagner ao herdar um estado com melhores condições para a modernização e desenvolvimento. “Por isso nossa campanha apresenta propostas para completar a transição dos péssimos indicadores sociais, do tempo que o estado era campeã do analfabetismo, tinha as piores estradas do país; onde faltavam vagas na universidade e em cursos técnicos profissionalizantes”.

Outro ponto levantado pelo candidato Rui Costa foi o fato da campanha da oposição sugerir a ideia, durante o horário político eleitoral, de que a Azaléia/Vulcabrás fechou a fábrica em Itapetinga. “Temos que restabelecer a verdade: A Azaléia emprega hoje 5400 pessoas na cidade. Por problemas de custos logísticos fechou 11 galpões que funcionavam em cidades vizinhas. Mas essas estruturas já estão funcionando com outras empresas, empregando a mão de obra local”.(Do Bocão News)

 

Compartilhe

Atenção:

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Una News. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS