Una News - Responsabilidade com a Notícia - Nosso WhatsApp (73) 99857-0585 Email: unanews@yahoo.com.br
JULIAN-CALCADOS
mercado-uniao-1
espaco-rural-placa-1-1
WhatsApp-Image-2023-07-13-at-11.39.39
escola_coopesul
unafisiombanner-1
CESTAODAECONOMIA
ECOMASTER
clinicavitamed
Cartao-de-visita-para-motorista-particular-simples-preto_20231014_003543_0000
mototaxi-1
GUTIERRE

MULHER FICA 4 MESES COM TOALHA DENTRO DO CORPO APÓS CIRURGIA

  • Jorge Pereira:Jornalista-DRT 0005599/BA - 13/09/2014
                       
Imagem Automática abaixo do botão

Imagem1

 Quatro meses depois de ter sido submetida a uma cesariana e a uma laqueadura em um hospital particular de Bauru, no interior de São Paulo, uma mulher descobriu que uma toalha cirúrgica havia sido esquecida em seu abdômen. Segundo a família de Ana Nery Monuera, 28, o objeto, com cerca de 60 centímetros, começou a ser expelido pelo organismo dela após inúmeras idas ao hospital.

A auxiliar de dentista Andréia Monuera, 38, conta que a irmã havia dado à luz o quarto filho e, em seguida realizou uma laqueadura. Desde então ela sofria com dores de cabeça e abdominais, febre e perda de peso. Ao todo foram 13 quilos no período.

“Ela foi e voltou ao hospital inúmeras vezes. Primeiro os médicos acharam que ela tinha tido uma alergia a anestesia, depois disseram que era uma infecção na bexiga, hérnia no estômago e até disseram que ela estava com um tumor no estômago, intestino e apêndice”, disse Andréia.

Ela explica que por conta das fortes dores, após o período de licença maternidade Ana não conseguiu retornar ao supermercado onde trabalhava como atendente no setor de frios e pediu demissão. “Quase todos os dias a gente tinha que levar ela ao hospital, mas nunca pediram um ultrassom sequer”, critica.

No último dia 7, Ana sentiu-se mal e foi levada às pressas ao Pronto Atendimento do hospital onde foi medicada e liberada em seguida. Dois dias depois ela buscou atendimento novamente e foi submetida ao exame que indicou um corpo estranho de aproximadamente seis centímetros no abdômen. Já internada, no dia seguinte os médicos pediram uma tomografia e puderam notar o objeto com maior nitidez.

“Ontem uma prima nossa estava junto com ela no hospital e ela sentiu vontade de evacuar. Quando foi ao banheiro a toalha começou a sair e ficou pendurada. Ela ficou desesperada e começou a gritar. Uma enfermeira foi ajudar e puxou uma parte da toalha. A bexiga da minha irmã foi furada”, conta Andréia.

Ana foi levada às pressas para a sala de cirurgia para retirada do objeto. O procedimento durou cerca de três horas e meia. Ela continua internada. A família não descarta a possibilidade de acionar judicialmente o hospital. “Não sei se minha irmã vai sair viva de lá”, lamenta Andreia.

Por meio de uma funcionária, a diretoria do hospital informou à reportagem do Terra apenas que está apurando o ocorrido e que não havia ninguém disponível para dar entrevista sobre o assunto.

 

Fonte: Terra

Compartilhe

Atenção:

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Una News. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS