Una News - Responsabilidade com a Notícia - Nosso WhatsApp (73) 99857-0585 Email: unanews@yahoo.com.br
JULIAN-CALCADOS
mercado-uniao-1
espaco-rural-placa-1-1
WhatsApp-Image-2023-07-13-at-11.39.39
escola_coopesul
unafisiombanner-1
CESTAODAECONOMIA
ECOMASTER
clinicavitamed
Cartao-de-visita-para-motorista-particular-simples-preto_20231014_003543_0000
mototaxi-1
GUTIERRE

CASAMENTO GAY É REALIZADO SOB FORTE SEGURANÇA NO RS

  • Jorge Pereira:Jornalista-DRT 0005599/BA - 14/09/2014
                       
Imagem Automática abaixo do botão

Cerimônia, que teve de ser transferida de local após incêndio criminoso, foi realizada no fórum de Santana do Livramento

Casamento coletivo de 28 casais e um casal homosexual, realizado neste sabado (13) no Salao do Juri do Forum de Santana do Livramento (RS) Foto: Fabian Ribeiro / Raw Image

Casamento coletivo de 28 casais e um casal homosexual, realizado neste sabado (13) no Salao do Juri do Forum de Santana do Livramento (RS)
Foto: Fabian Ribeiro / Raw Image 

Com forte esquema de segurança, foi realizado na tarde deste sábado em (RS) um casamento coletivo incluindo um casal gay, no fórum da cidade.

Segundo informações do programa RBS Notícias, da afiliada local da Rede Globo, a cerimônia teve forte policiamento e presença de autoridades. Marcado originalmente para o Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Sentinela do Planalto, o casamento teve que ser transferido porque o local foi alvo de incêndio criminoso, motivado por homofobia, na madrugada de quinta-feira.

Apesar de a reconstrução do CTG ter mobilizado um mutirão na cidade, o local não ficaria pronto em tempo de receber a liberação do Corpo de Bombeiros. Dessa maneira, a juíza Carine Labres transferiu o local do evento.

As jovens Sabriny Benites e Solange Ramires foram o centro das atenções e o primeiro par a se casar. O coordenador do CTG incendiado, Gilbert Gisler, e a juíza Carine Labre, alvo de ameaças por incluir o casal de mulheres na cerimônia, estavam entre os mais emocionados.

“Nos saímos vitoriosos, porque trouxemos os olhares da mídia nacional e internacional para todo esse debate”, disse Carine. Segundo ela, o casamento das duas jovens, apesar de todas as ameças e ataques, foi uma reafirmação dos direitos dos homossexuais, sobretudo a tolerância às diferenças.

Ato em São Paulo

Em São Paulo, mobilização exigiu o fim da violência contra homossexuais e a criminalização da homofobia Foto: Nelson Antoine / Frame

Em São Paulo, mobilização exigiu o fim da violência contra homossexuais e a criminalização da homofobia
Foto: Nelson Antoine / Frame

Ao mesmo tempo em que a união de Sabriny e Solange ocorria no Rio Grande do Sul, a luta contra a homofobia era tema de uma manifestação em São Paulo, no Largo do Arouche. O ato foi em memória de João Donati, um jovem homossexual de apenas 18 anos encontrado assassinado na quarta-feira. Os manifestantes exigem o fim da violência contra homossexuais e a criminalização da homofobia. O candidato a presidente pelo Partido Verde (PV), Eduardo Jorge, e o cartunista Laerte Coutinho participaram do ato.

Fonte: Terra

Compartilhe

Atenção:

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Una News. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS