Una News - Responsabilidade com a Notícia - Nosso WhatsApp (73) 99857-0585 Email: unanews@yahoo.com.br
JULIAN-CALCADOS
mercado-uniao-1
espaco-rural-placa-1-1
WhatsApp-Image-2023-07-13-at-11.39.39
escola_coopesul
unafisiombanner-1
CESTAODAECONOMIA
ECOMASTER
clinicavitamed
Cartao-de-visita-para-motorista-particular-simples-preto_20231014_003543_0000
mototaxi-1
GUTIERRE

POLÍCIA ADIA DEPOIMENTO DE PMS SUSPEITOS DE MATAREM MENOR NO RIO

  • Jorge Pereira:Jornalista-DRT 0005599/BA - 23/07/2014
                       
Imagem Automática abaixo do botão

Eles pediram tempo para comunicar seus advogados

PMs suspeitos de matar menor no Sumaré chegam para depor na Divisão de Homicídios, no Rio (Foto: Gabirel Barreira/G1)
Os cabos Fábio Magalhães Ferreira e Vinicius Lima Vieira, suspeitos de matar um adolescente no Morro do Sumaré após dete-lo no Centro do Rio, pediram à polícia para adiar o depoimento que seria prestado nesta terça-feira (21) na Divisão de Homicídios. O pedido foi aceito, segundo o delegado titular da unidade, Rivaldo Barbosa, por atender uma demanda constitucional.
Os PMs chegaram por volta de 14h30, algemados entre eles, no camburão, e deixaram a unidade por volta de 16h, já sem as algemas e sentados no banco de trás da viatura.
Com os depoimentos da dupla, o delegado Rivaldo Barbosa espera esclarecer alguns pontos da investigação, como o  que houve com as imagens das câmeras de segurança do carro da PM, já que o vídeo para, por cerca de 10 minutos, justamente no momento em que os jovens são retirados do carro. O delegado quer saber ainda onde está o terceiro jovem detido, que foi liberado no meio do caminho e depois pegou uma carona com os policiais.
Os cabos deixaram a DH por volta das 16h, após cerca de 1h30 de depoimento e foram levados no banco traseiro de um carro policial para o Batalhão Especial Prisional (BEP) da PM, em Benfica, no Subúrbio.
O advogado dos policiais não quis comentar o caso, antes dos depoimentos. A PM disse em nota que as imagens das câmeras dos carros da corporação ficam armazenadas por 60 dias, mas que são analisadas por amostragem. Vejam vídeo

G1

Compartilhe

Atenção:

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Una News. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS