Una News - Responsabilidade com a Notícia - Nosso WhatsApp (73) 99857-0585 Email: unanews@yahoo.com.br
JULIAN-CALCADOS
mercado-uniao-1
espaco-rural-placa-1-1
WhatsApp-Image-2023-07-13-at-11.39.39
escola_coopesul
unafisiombanner-1
CESTAODAECONOMIA
ECOMASTER
clinicavitamed
Cartao-de-visita-para-motorista-particular-simples-preto_20231014_003543_0000
mototaxi-1
GUTIERRE

DEP.FÉLIX JÚNIOR:COMISSÃO DE DEFESA DO CONSUMIDOR APROVA MEDIDORES INDIVIDUAIS PARA SERVIÇOS MENSURÁVEIS

  • Jorge Pereira:Jornalista-DRT 0005599/BA - 02/11/2013
                       
Imagem Automática abaixo do botão
Deputado Federal- Félix Mendonça Júnior 
A Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (30) o Projeto de Lei 3014/11, de autoria do deputado Félix Mendonça Júnior (PDT-BA), que faculta aos usuários de serviços mensuráveis como gás liquefeito ou natural encanado, energia elétrica, água encanada e telefonia, a instalação de medidores para seu controle particular.

Félix Júnior explica que a leitura e faturamento dos serviços continuarão sendo realizados com base nas informações obtidas pelos medidores instalados pelo distribuidor, fornecedor ou
prestador do serviço, mas em caso de divergência ou dúvida com o resultado aferido no medidor instalado pelo consumidor, deverá ser feita uma perícia por uma empresa devidamente credenciada pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial – INMETRO.

“O objetivo do PL 3014/11 é coibir a má fé de uma ou de ambas as partes, inclusive por meio de duras penalidades para quem arrostar a lei, de maneira a se garantir a cobrança do valor justo pelo serviço utilizado”, defendeu o pedetista.

A proposta tramita de forma conclusiva pelas comissões e segue agora para aprovação da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania.

Compartilhe

Atenção:

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Una News. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS