Una News - Responsabilidade com a Notícia - Nosso WhatsApp (73) 99857-0585 Email: unanews@yahoo.com.br
JULIAN-CALCADOS
mercado-uniao-1
espaco-rural-placa-1-1
WhatsApp-Image-2023-07-13-at-11.39.39
escola_coopesul
unafisiombanner-1
CESTAODAECONOMIA
ECOMASTER
clinicavitamed
Cartao-de-visita-para-motorista-particular-simples-preto_20231014_003543_0000
mototaxi-1
GUTIERRE

TORCIDA DO VITÓRIA BAGUNÇA NO AEROPORTO!

  • Jorge Pereira:Jornalista-DRT 0005599/BA - 02/11/2012
                       
Imagem Automática abaixo do botão

Futebol antes de tudo é entretenimento, deveria ser laser, e não uma profissão de fé, amor e desamor, ódio ou raiva e, sobretudo, não pode ser “paixão” desmentida que infelizmente, qualifica sorriso e quantifica os sofrimentos de parte das torcidas pelo Brasil adentro, geralmente aqueles que por motivos ainda desconhecidos tem os pés inchados e por isto, dão ao pobre futebol, um valor que ele não tem ou jamais terá no conjunto e no contexto de ações que precisa um sujeito de mediana capacidade de entendimento, para acreditar que pode ser feliz sem Uelliton (s) Souza (s) e os demais. Parte deste pessoal, com o lema “Sobe por amor ou sobe por terror” estiveram hoje à tarde no aeroporto 2 de julho para pressionar os jogadores do Vitória. O Correio da Bahia esteve lá e conta o que aconteceu.  
Cerca de 50 membros da torcida organizada ‘Os Imbatíveis’ fizeram uma verdadeira confusão na manhã desta sexta-feira (2) no aeroporto internacional de Salvador durante a chegada do time do Vitória no local para o embarque com destino a São Paulo, onde enfrenta neste sábado (3) o Bragantino, pela 34ª rodada do campeonato brasileiro da Série B.
Sob os gritos de ‘mercenários’, os protestantes cercaram o ônibus da delegação do clube e chegaram a partir para cima de alguns jogadores cobrando mais empenho na reta final da competição. O zagueiro Gabriel Paulista chegou a ser agredido pelos torcedores e se irritou com as críticas, apesar de reconhecer a queda de rendimento do time.
O goleiro Deola, o volante Michel e o atacante William chegaram a conversar com os manifestantes para tentar acalmá-los, mas não tiveram sucesso, sendo respondidos com vários xingamentos. Arremessando pipoca nos atletas, os torcedores criticaram sobre um suposto valor de R$ 5 mil que os jogadores estariam recebendo para ganhar cada jogo.
Principal alvo do protesto, o volante Uelliton precisou de escolta policial para descer do ônibus. O atleta que ja teve vários problemas com a torcida rubro-negra, chegou a ser apontado pelos protestantes como o organizador da ‘panelinha’ que estaria chatageando a direção para o acesso à série A. Os gritos que entoavam contra o atleta foi de “Uelinton! Vá se f…! O meu Vitória não precisa de você!”.
Por conta da violência do protesto, o ônibus do clube foi encaminhado diretamente para a pista de embarque, acompanhado por uma viatura da Polícia Militar e pelos torcedores. O Vitória, que já liderou boa parte do campeonato, tem atualmente 66 pontos e ocupa a terceira colocação, sem chance de voltar a liderança nesta rodada.

fonte:http://www.futebolbahiano.com

Compartilhe

Atenção:

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Una News. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS