Una News - Responsabilidade com a Notícia - Nosso WhatsApp (73) 99857-0585 Email: unanews@yahoo.com.br
JULIAN-CALCADOS
mercado-uniao-1
espaco-rural-placa-1-1
WhatsApp-Image-2023-07-13-at-11.39.39
escola_coopesul
unafisiombanner-1
CESTAODAECONOMIA
ECOMASTER
clinicavitamed
Cartao-de-visita-para-motorista-particular-simples-preto_20231014_003543_0000
mototaxi-1
GUTIERRE

SP: GUARDA MUNICIPAL PASSARÁ A FAZER BO

  • Jorge Pereira:Jornalista-DRT 0005599/BA - 27/08/2012
                       
Imagem Automática abaixo do botão


Cidadão reportará ocorrências à Guarda Civil Metropolitana pela internet; lista de crimes registrados on-line será ampliada
té o começo de 2013, será possível fazer boletins de ocorrência pela internet em todas as unidades da GCM (Guarda Civil Metropolitana)  nas cidades paulistas.

Também será ampliado o tipo de ocorrência policial que poderá ser registrada por meio eletrônico.

Atualmente, apenas as delegacias da PM (Polícia Militar) registram ocorrências eletronicamente e somente quando se referem a perdas de documentos e celulares, furto de veículos, desaparecimento de pessoas e crimes de menor potencial ofensivo.

Segundo informações do jornal “Agora”, a partir do ano que vem, o cidadão poderá reportar roubos, inclusive de veículos, crimes de intolerância, como racismo e ataques homofóbicos, casos de calúnia, difamação e injúria, entre outros.

De acordo com o delegado-geral da Polícia Civil, Marcos Carneiro Lima, “o objetivo é beneficiar o cidadão para que ele não fique sentado em uma delegacia à espera de policiais e à mercê da “incompetência do Estado.”

Estrutura
O projeto de ampliação do atendimento eletrônico, segundo o delegado, já está na etapa final de estudos e sua implantação depende apenas da realização de convênios entre o Estado e as prefeituras.

Com a ampliação, será permitido fazer boletins de ocorrência pela internet, em distritos policiais, em postos da PM e em bases da Guarda Municipal.

A Secretaria de Segurança Urbana da capital afirma que 34 unidades de inspetorias e 38 bases comunitárias estarão à disposição do cidadão para o registro das ocorrências. Segundo o secretário Edsom Ortega, a capital tem condições de aderir ao programa no prazo previsto pelo governo estadual.

O presidente do sindicato da Guarda Civil em São Paulo, Angelino Venerando Filho, disse que a categoria aprova a ampliação, mas que a instituição ainda não tem os equipamentos para o atendimento on-line. “A população sairá ganhando com mais uma opção. Mas precisamos saber como será feito.”


Compartilhe

Atenção:

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Una News. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS