MORRE MÁRÇIO VELOSO

O advogado Márcio Veloso, filho e coordenador político do ex-deputado federal Raymundo Veloso, faleceu na manhã desta quarta-feira (25).
A causa da morte, segundo o médico do SAMU que encontrou Veloso no seu apartamento na Avenida Soares Lopes em Ilhéus, foi uma parada cardiovascular.
Nos últimos dias, comentários davam conta de que o advogado sofria devido a uma depressão.

Fonte: Blog do Gusmão




GUARDAS MUNICIPAIS E CONSELHO TUTELAR DE UNA PARTICIPAM DE FORUM DE SEGURANÇA PUBLICA NA CIDADE DE JEQUIÉ

Um grupo de Guardas Municipais e  Conselho Tutelar de Una participou na cidade de Jequié-Ba, do 1º FORUM DE SEGURANÇA PUBLICA MUNICIPAL promovido pela Associação de Guardas Municipal daquela cidade, com apoio da Prefeitura Municipal e Câmara de Vereadores. Segundo o presidente da AGMJ, Paulino Ribeiro iniciativas como esta mostra a responsabilidade de entidades que se preocupam em dar sua contribuição em busca de soluções para a diminuição da violência na sociedade.
A 1º palestra teve inicio as 09:30h com o Ten. Coronel PM, Elenilson Santos, responsável pelo 19º BPM em Jequié, que apresentou um histórico daquela corporação e todas as intervenções praticadas pelos policiais militares de janeiro a abril de 2011, fazendo um comparativo das ocorrências policiais do ano de 2010 quando ainda não estava no comando daquela unidade, apresentando até o momento uma queda de 15% das ocorrências do mesmo período. Palestrou também o delegado Regional Dr. Joaquim pereira, o Ten. PM Danilo Lemos do 8º GBM, o promotor publico estadual Dr. Mauricio Pessoa e o Guarda Municipal Dr. Rubens F. Silva da cidade de Jundiaí SP. Que em sua explanação falou da importância das Guardas Municipais na contribuição a segurança publica, da exigência do Ministério da Justiça na preparação profissional dos GCMS, e ressaltou que os GCMS não precisam de benção de nenhum órgão de segurança publica constituído, pois a CARTA MAGNA em seu artigo 144 inclui as Guardas Municipais como força policial, bastando que o prefeito crie e regulamente as mesmas.

Fonte: http://www.guardasmunicipaisnoticias.blogspot.com




MANOBRA MAQUIAVÉLICA PARA ENFRAQUECER SINDGUARDAS-BA E DIVIDIR CATEGORIA FRACASSA EM ITABUNA E ILHÉUS

Os fatos que serão aqui citados servirão para aqueles que acompanham com interesse e tem uma visão em melhorar seja através de ideias, apresentando sugestões ou com atos sempre visando o crescimento da entidade a qual pertence sem deixar que a VAIDADE, AMBIÇÃO e o EGO ultrapasse o limite da responsabilidade e lealdade, seja ela a uma pessoa ou uma entidade.
Após diversas reuniões com representantes de Guardas Municipais de varias cidades da Bahia, no dia 30 de julho de 2004 na cidade de Ilhéus-Ba, foi fundado o SINDGUARDAS-BA, Sindicato dos Guardas Municipais e Agentes de Trânsito da Bahia, que mais tarde sofreria uma reforma extinguindo o nome Agentes de Trânsito por entendimento do Ministério do Trabalho que duas categorias distintas não poderiam pertencer ao mesmo sindicato. Estiveram a frente desta entidade os senhores: REGINALDO ANTONIO OLIVEIRA da cidade de Ilhéus, GIVALDO VIANA da cidade de Itapetinga e atualmente o PEDRO DE OLIVEIRA da cidade de Ilhéus. Entendo que mudar uma diretória através de eleições democraticamente e normal e natural como deve ser, porém planejar ocultamente atos MAQUIAVÉLICOS tentando enganar e dividir toda uma categoria. Entre 4 e 5 Guardas Municipal de Ilhéus e Itabuna, ÁVIDOS por CARGOS e desejosos de estarem a frente de qualquer entidade a qualquer preço, para uso politico, lançaram um edital convocando representantes de cidades do sul e extremo sul da Bahia afim de criarem um Sindicato, tudo seria normal se este processo não fosse carregado de irregularidades.
Vejamos os fatos a seguir:
1º- O sindicato da categoria já existe.
2º- O edital não foi divulgado em nenhum setor da impressa, nem em postos de serviços dos interessados.
3º- No dia, hora e local da citada assembleia, apenas três GCM da suposta diretória num universo de mais de trinta cidades compareceram ao local.
4º- Segundo o edital a 1º chamada seria as 14:00 h e a 2º chamada as 15:00 h, porém as 13:30 h tudo já havia sido concretizado, com fundação, eleição e posse,
5º- O local determinado para tal se encontrava lacrado e segundo o proprietário do imóvel nada havia sido agendado para aquela data, tendo tudo sido feito no meio da rua.
Estas foram algumas das inúmeras irregularidades observadas pelos Guardas Municipais de algumas cidades envolvidas que se fizeram presente e disseram não a criação desse tal sindicato.
Atenção GCMS, esses cabras não merecem confiança, são reincidentes em traírem a categoria e por se só, através de suas ações estão demostrando que não merecem a confiança da categoria, ATENÇÃO GCMS vamos repudiar atos deste tipo.

Fonte: http://www.guardasmunicipaisnoticias.blogspot.com/




Igrejas prometem resposta a protesto contra homofobia

Temor é a perda de liberdade para manifestação de crenças

 Enquanto grupos que lutam pelos direitos dos homossexuais batalham para ver as condutas preconceituosas ou violentas praticadas contra eles criminalizadas, correntes conservadoras – em sua maioria ligadas à igreja – planejam um contra-ataque.  Além de um abaixo-assinado na internet contra o projeto de criminalização da homofobia, que já tem mais de 50 mil assinaturas, eles prometem uma grande manifestação para o dia 1º de junho contra a criminalização da homofobia.
>> Leia aqui a íntegra do Projeto de Lei 122, que propõe a criminalização da homofobia
– Dia 1º de junho estarei em Brasília. Os homossexuais dizem que reuniram 5 mil pessoas. A sociedade não está nem aí para esses caras. Não sou exagerado, garanto que de 10 e 15 mil pessoas estarão lá – anuncia o pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, Silas Malafaia.
O temor de segmentos das igrejas católica e evangélica é de que estejam na iminência de perder o direito à livre manifestação de suas crenças, como, por exemplo, pregar que homossexualidade é pecado.
>> Leia a reportagem completa no JB Premium

 Fonte: jb.com.br




Mais uma estratégia importante contra o PL 122

Pr. Silas Malafaia


  O bombardeio de telefonemas e e-mails aos senadores, criticando o PL 122, fez com que os parlamentares recuassem na intenção de incluir o tal projeto na pauta de votação em caráter de urgência. O próprio Senado, por meio de sua Secretaria de Pesquisa e Opinião (SEPOP), divulgou uma nota informando sobre o congestionamento das linhas telefônicas de atendimento ao cidadão. O motivo foi o grande número de manifestações contra o projeto que criminaliza qualquer ação, opinião ou crítica que venha a ser interpretada como discriminação ou preconceito quanto ao homossexualismo no Brasil.

A luta continua, mas é preciso adotar outra estratégia. Envie, portanto, e-mail para sites, jornais e revistas, pedindo que seja concedido para os que são contrários ao PL 122 o mesmo espaço de divulgação dado aos que são a favor do projeto. Solicite também aos meios de comunicação que divulguem a manifestação pacífica contra o PL 122 que acontecerá no dia 1º de junho, às 15h, em frente ao Congresso Nacional em Brasília. Haverá caravanas de diversas partes do país!

Vale ressaltar que o Jornal do Brasil, em sua edição online, publicou matéria no dia 20 de maio sobre a reação da igreja quanto ao PL 122 e disponibilizou na íntegra esse projeto de lei. Confira a reportagem aqui!

RELAÇÃO DE E-MAILS DA IMPRENSA
[email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]

CONTINUE TAMBÉM A ENVIAR E-MAILS PARA O SENADO
Nessa luta em favor da família e da liberdade de expressão, continue também a enviar e-mails criticando o PL 122 para o Senado. Entre no site www.senado.gov.br/senadores e envie para os representantes do seu estado: “Sr. Senador, rejeite o PL122/2006. Em favor da família, em favor da liberdade de expressão e abaixo a pedofilia.” Quem desejar pode ainda enviar esse pedido para os senadores dos demais estados da federação e ligar para o Alô Senado: 0800-612211.

Faça sua parte!

Fonte: site; www.vitoriaemcristo.org