Una News - Responsabilidade com a Notícia - Nosso WhatsApp (73) 9-9872-3086/9-9954-3601 Email: [email protected]
  • Greve dos vigilantes continua na Bahia

    • Isaac Roberto - 31/05/2017
    Categoria não chega a acordo com as Empresas
    Greve dos vigilantes continua na Bahia

    Greve dos vigilantes continua na Bahia

    Após 3 horas de negociação na sede da Superintendência Regional do Trabalho da Bahia (SRT/BA), nesta terça-feira, 30, a greve dos vigilantes continua em todo o estado.

    A organização que representa a categoria (Sindivigilantes) não chegou ao acordo com a contraproposta apresentada pelo Sindicato das Empresas de Segurança Privada da Bahia (Sindesp).

    O Sindivigilantes reivindica 7% de reajuste salarial, tíquete-refeição de R$ 20, cotas para as mulheres de 30% por posto de trabalho e piso salarial de R$ 1.500. Já o Sindesp manteve a proposta de 1% de aumento de salário.

    Manifestação

    Durante o período da reunião, os trabalhadores se concentraram em frente ao prédio do SRT no bairro do Caminho das Árvores, em Salvador.

    Na concentração, vigilantes argumentaram que o reajuste apresentado pelo Sindesp é insignificante. “Com essa proposta não teremos ganho efetivo”.

    Aos gritos de apoio à paralisação, os vigilantes presenciaram o discurso do presidente do sindicato da categoria, José Boaventura. “Não abrimos mão da reajuste salarial de 7%. Também discordamos da proposta de trabalhar com horas extras em folga”, justifica Boaventura.

    Está marcada mais uma reunião entre o Sindivigilantes e o Sindesp para quinta, 1º, às 13 h, no Ministério Público do Trabalho (MPT).

    Diante da paralisação, o funcionamento das agências bancárias, seguem comprometidos.

     

    Compartilhe

    NOTÍCIAS RELACIONADAS