CANAVIEIRAS: GUARDA MUNICIPAL E POLÍCIA MILITAR APREENDEM LADRÕES DE CELULAR

hyhbyg6ju7j

Uma guarnição da Guarda Civil Municipal (GCM), apreendeu na manhã desta quinta (16), por volta das 11:50hs, dois elementos suspeitos de praticarem roubo a celular.

De acordo com informações do portal Sul Bahia Notícias, dois suspeitos havia acabado de cometer um assalto nas proximidades da Praça Maçônica, quando a vítima pediu socorro a um policial militar que estava de folga, mais o auxílio dos Guardas Civis Municipais, efetuaram a apreensão dos suspeitos.

Ainda segundo o portal, a apreensão ocorreu na Avenida  Otávio Mangabeira, próximo à base da GCM. Os elementos, que aparentavam serem menores de idade, foram entregues à guarnição da Polícia Militar para apresentação na Delegacia de Polícia (Depol) de Canavieiras. O fruto do roubo foi devolvido à vitima, que foi orientada a prestar queixa na Polícia Civil.

Os mesmos elementos são suspeitos, de acordo com relatos de outras vítimas, de cometerem outros assaltos. Outro aparelho de celular, provavelmente fruto de outra ação delituosa, também foi recuperado pela PM em poder dos suspeitos.




VÍDEO: PM SURPREENDE QUADRILHA E FRUSTRA ARRASTÃO NA PRAIA EM ILHÉUS

Foto: Reprodução.
Foto: Reprodução/Youtube

Doze pessoas foram presas na tarde do domingo (5), por suspeita de roubo, na praia do Cristo, centro da cidade de Ilhéus, Sul da Bahia.

De acordo com o Blog Fábio Roberto Notícias, a guarnição bravo da viatura 6801, do 1° pelotão do Centro surpreendeu a quadrilha que estava de posse de uma réplica de pistola 9mm, provocando terror aos banhistas. A arma estava em poder de Marcos Vitor, morador do Teotônio Vilela.

Ainda segundo o Blog, ao perceber a chegada da polícia, 12 pessoas correram pela beira da praia, porém foram alcançados pelos policiais da CIPM 68ª. Todos os envolvidos foram apresentados na delegacia, para medidas cabíveis.




ASSALTANTE FORAGIDO DE ITABUNA É PRESO EM CANAVIEIRAS.

Um homem identificado como Fábio Dias dos Santos, vulgo Buico, foi preso na manhã desta quinta-feira (02) pela Polícia Civil (PC) de Canavieiras.

Segundo informações da PC, Fábio era foragido da justiça acusado do crime de assalto em Itabuna, ele será transferido para o Conjunto Penal de Itabuna de onde já era interno.

Informações: Costa Sul Fm/Augusto Teixeira




VÍDEO: PEDÓFILO ASSEDIA CRIANÇA EM BAR E CÂMERA REGISTRA TUDO

RRTRTTRRTTRRTTRR
Foto: Vídeo Facebook

Um vídeo que está circulando nas redes sociais nesta semana, vem causando indignação e ao mesmo tempo servindo de alerta aos pais que frequentam bares, e acabam levando crianças com eles. Um crime, que teria ocorrido no Gula Bar, estabelecimento que fica localizado no bairro Cidade Nova Heliópolis, na capital de São Paulo.

As imagens, que tem em torno de um minuto, mostram um #Crime muito comum no Brasil, a pedofilia. Feita pela Câmera de segurança do Gula Bar, mostra um homem com cerca de trinta anos, conversando com uma garota, que deve ter no máximo doze anos. A menina ainda sequer criou corpo e está entrando na adolescência. Mesmo assim, o homem, que não se sabe ter parentesco com a menor, levou a menina para o bar.

Os dois conversam bastante. O homem aparece fazendo carícias na criança. Em certo momento, ele foi para trás da menor. Não é possível ver, mas desconfia-se que o rapaz teria passado a mão na menina. Em outro momento mais evidente, o rapaz aparece dando um beijo na boca da criança, que fica desprotegida durante a situação. Várias pessoas veem os dois juntos, mas ninguém fala ou faz qualquer coisa.

Não há informações se a Polícia Civil investiga o caso, mas a intenção é que após a publicação do material na internet a identificação e prisão do sujeito ocorram rapidamente.

Veja abaixo o vídeo que mostra o homem beijando uma menina na boca, mesmo sabendo, nitidamente, que ela é menor de idade. No Brasil, atos libidinosos com menores de quatorze anos, mesmo quando os atos sexuais são consentidos, são catalogados no crime de estupro de incapaz.

FONTE: Blastingnews



DELEGADA É PRESA ACUSADA DE COBRAR PROPINA DE QUADRILHA QUE FRAUDAVA COMBUSTÍVEIS

hgghgguggj
Delegada que chefiava a delegacia que investiga roubo de cargas é presa

A delegada de polícia, Sueli Aparecida Neute, que estava foragida da Justiça, foi presa, na tarde desta sexta-feira (17), pela Corregedoria da Polícia Civil. De acordo informações do portal G1, no momento da prisão ela estava num quiosque na Praia Grande, no litoral de SP, almoçando com parentes.

O Ministério Público acusa Sueli de comandar um esquema de corrupção que funcionava dentro da Delegacia de Roubo de Cargas do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic).

A delegada é acusada de cobrar propina de uma quadrilha que fraudava combustíveis. A delegada vivia escondida em um prédio na cidade.




ES: PM CHEGA AO 12º DIA DE GREVE; MULHERES NÃO OBEDECEM LIMINAR

whatsapp_image_2017-02-11_at_7.30.48_am

Nesta quarta-feira (15), o Estado do Espírito Santo chega ao 12º dia de paralisação da Polícia Militar. Nem mesmo os chamados operacionais diários que vem sendo feitos pelo comando da PM ou a liminar que obriga as mulheres a desocupar a frente dos batalhões foram capazes de fazer com que o motim se encerre.

Conforme informações do Portal Radar Bahia, apesar da greve, a Grande Vitória tem clima de aparente normalidade pelo terceiro dia consecutivo. Nesta terça-feira (14) dois ônibus foram incendiados ao longo do dia na região metropolitana. O transporte público, porém, seguiu funcionando normalmente até o horário estabelecido, às 22h30. Os coletivos estão nas ruas novamente nesta quarta-feira.

Multa

A Justiça do Espírito Santo determinou que as mulheres que estão bloqueando os acessos aos batalhões da Polícia Militar deixem os locais imediatamente, sob pena de multa diária de R$ 10 mil para cada uma delas. Elas também devem retirar todo e qualquer obstáculo diante dos portões. Dez mulheres foram citadas nominalmente. Ainda assim, os bloqueios continuam.

A Secretaria de Segurança Pública capixaba informou que 2.351 policiais militares se apresentaram ao trabalho em todo o Estado, número que representa apenas 23% do efetivo total.




ILHÉUS: GUARDAS MUNICIPAIS ELEGEM COMANDANTE POR VOTO DIRETO

GUARAD ILHEUS COMANDO
O Guarda Civil Municipal, Leonardo bandeira, é o novo comandante da corporação dos GCMs de Ilhéus.

Em um evento inédito no município, os guardas civis da Prefeitura de Ilhéus realizaram eleição para indicação, ao prefeito Mário Alexandre, do novo comandante da corporação.

O pleito aconteceu neste domingo, 12 de fevereiro, na sede do comando da Guarda Municipal de Ilhéus, na Avenida Soares Lopes.

O guarda Leonardo Bandeira obteve a grande maioria dos votos, 115.  A solenidade de posse do novo comandante da Guarda Civil de Ilhéus ocorrerá na próxima quarta-feira, 15 de fevereiro, às 19 horas, no Ginásio Municipal de Esportes Herval Soledade.*O Tabuleiro




PUNIÇÃO A POLICIAIS: 161 PMs SÃO DEMITIDOS NO ESPÍRITO SANTO

ES anuncia a demissão de 161 PMs envolvidos em aquartelamentos

whatsapp_image_2017-02-11_at_7.30.48_am

A Polícia Militar do Espírito Santo informou que vai publicar, nesta terça-feira (14), em Diário Oficial do Estado, a instauração dos primeiros Inquéritos Policiais Militares (IPMs) e   a demissão de 161 militares envolvidos no aquartelamento que teve início na sexta-feira (3).

As publicações são dos primeiros inquéritos instaurados de 703 policiais militares investigados.

As demissões têm prazo inicial de 30 dias para serem concluídas, segundo o governo.

Serão publicados os inquéritos de dois tenentes-coronéis; um major; e um capitão da reserva remunerada, segundo a Secretaria de Segurança Pública (Sesp).

Além disso, de acordo com a Sesp, serão publicados o “Procedimento Administrativo Disciplinar Rito Ordinário”, para quem tem menos de 10 anos de PM, ou Conselho de Disciplina, para quem tem mais de 10 anos de PM, de 161 policiais militares.*Com as informações do G1




ES: MULHERES DE PMS SEGUEM NAS PORTAS DE BATALHÕES, GOVERNO DIZ QUE POLICIAIS NÃO VOLTARAM ÀS RUAS

whatsapp_image_2017-02-11_at_7.30.48_am
Mulheres seguem ocupação nas portas dos batalhões em Vitória (Foto: Juliana Borges/ G1)

As mulheres de PMs seguem ocupando as portas dos batalhões da Polícia Militar no Espírito Santo após o fim do prazo firmado entre representantes da categoria e o Governo do Estado. Um acordo previa que os policiais voltassem ao trabalho às 7h deste sábado (11).

Conforme informações do Portal G1, a avaliação é que o acordo não foi respeitado porque não foi fechado com lideranças efetivas do movimento. É um movimento sem lideranças conhecidas.

A associação dos Oficiais Militares diz que a maioria dos PMs quer continuar nos batalhões. A Secretaria de Estado da Segurança Pública confirma que as ruas da Grande Vitória e do interior continuam sem a PM.




GOVERNO DO ES E PMS FECHAM ACORDO PARA TERMINAR PARALISAÇÃO

Secretário de Controle e Transparência, Eugênio Riccas; Secretário da Fazenda, Paulo Roberto Ferreira, Secretário de Direitos Humanos, Julio Pompeu; Secretário da Casa Civil, José Carlos da Fonseca Júnior;  (Foto: Juliana Borges/ G1)
Foto: Juliana Borges/ G1

Representantes dos policiais militares e do Governo do Estado chegaram a um acordo, na noite desta sexta-feira (10) em uma reunião sem a participação das mulheres dos PMs que ocuparam a frente dos batalhões no estado. O anuncio aconteceu no Palácio da Fonte Grande, no Centro de Vitória. As mulheres dos PMs falaram com o G1 e dizem que não foram comunicadas do acordo.

Pelo acordo, os PMs voltam às ruas do Espírito Santo às 7h da manhã deste sábado (11). A paralisação completou sete dias nesta sexta-feira (10). A informação do acordo foi publicada no blog da jornalista Miriam Leitão.

A negociação terminou sem reajuste salarial para a categoria, mas ficou acertado que o Governo vai desistir das ações judiciais contra as associações, e formar uma comissão para regulamentar carga horária dos policiais.

O secretário de Estado de Direitos Humanos, Julio Pompeu, pediu a volta dos PMs. “Eu faço apelo para que os policiais voltem às suas atividades. O povo capixaba está cansado de ter medo. Chega. Chega”.

O Espírito Santo está sem policiamento porque protestos de familiares impediram a saída de policiais militares dos Batalhões e Quartéis do Estado. A onda de violência  causada pela falta de polícia nas ruas durou sete dias e registrou 127 homicídios, segundo o Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo (Sindipol).*G1