Una News - Responsabilidade com a Notícia - Nosso WhatsApp (73) 9-9872-3086/9-9954-3601
  • Advogado é preso após ser flagrado em vídeo agredindo a mãe idosa no Maranhão

    • Jorge Pereira - 27/05/2017


    Ele alegou ter problemas mentais. “O que é mais importante para mim na minha vida para mim sempre foram os meus pais”

    Idosa

    Um homem flagrado em vídeos agredindo a mãe idosa foi preso na manhã desta sexta-feira (26) pela Delegacia do Idoso de São Luís, no Maranhão. Os vídeos, gravados pela companheira dele, viralizaram na web e desde a quinta-feira Roberto Elísio Coutinho estava desaparecido. Ele foi localizado em Raposa, na Região Metropolitana de São Luís.  A idosa foi encaminhada para o Instituto Médico Legal (IML) para fazer exames.

    O promotor de Justiça de Defesa do Idoso, José Augusto Cutrim, pediu a prisão preventiva do homem que é bacharel em direito e aparece nos vídeos agredindo a própria mãe com tapas e um objeto contundente.

    Em entrevista para a Rádio Mirante, Roberto Elísio confessou as agressões, mas alegou que agiu por conta de uma doença mental que não esclareceu qual é. “Acontece que eu estou sofrendo de um problema, eu tenho uma doença que está na fase do início do tratamento, eu já deveria estar mais adiantado e ter me tratado, entendeu? Então tudo isso eu vou esclarecer no momento que eu tô bom, não agora, mas uma coisa eu lhe garanto meu amigo, o que é mais importante para mim na minha vida para mim sempre foram os meus pais. Meu pai eu perdi há 20 anos e minha mãe já está com 84 anos”, disse.

    Agressão filmada
    Um dos vídeos mostra o filho mandando a idosa calar a boca. Ele a ameaça de agressões. “Cala a boca! Cala a boca! Cala a boca! Se tu abrir a boca de novo eu vou dar na tua cara e dou na tua cabeça pra tu desmaiar”, diz.

    Em outra filmagem, ele afirma que a família não aceita mais na casa e diz que ela vai ter uma mordaça colocada na boca. “Cala a boca! Ou tu fica internada ou tu fica calada! Eu te falei, tu tá insuportável mamãe! Ninguém te aguenta, ninguém te aguenta! Mamãe cala a boca! Se eu não eu vou colocar uma mordaça! Isso não pode, a senhora tá insuportável! Cala a boca mamãe! Eu vou te internar é hoje! Cala a boca! Que eu vou dar um murro na tua cara!”. *Correio



    Compartilhe

    NOTÍCIAS RELACIONADAS