Una News - Responsabilidade com a Notícia - Nosso WhatsApp (73) 9-9954-3601 Email: [email protected]
  • Tecnologia acústica monitora abelhas sem abrir a colmeia

    • Jorge Pereira:Jornalista-MTE 0005599/BA - 18/03/2018

    colmeia

    O aparelho já foi testado em apiários na Espanha e na Rússia, mostrando-se prático não apenas para apicultores, mas também para estudos científicos.[Imagem: Serjio Glebskij]

    O pesquisador independente Serjio Glebskij, da Espanha, idealizou um equipamento sônico que funciona como um sensor completo para apiários.

    A tecnologia de controle acústico permite determinar o estado das famílias de abelhas associadas à coleta de mel, a população na colmeia, a presença da rainha na família e sua condição, a presença de sinais de estado de enxertia e as condições do enxame em preparação para o inverno.

    E tudo isso sem abrir a colmeia e sem perturbar as abelhas.

    Já na segunda temporada de testes em apiários reais, a tecnologia, batizada de Apivox Auditor, apresentou excelentes resultados.

    Som das abelhas

    Glebskij desenvolveu algoritmos que interpretam os sinais acústicos recolhidos da colmeia por um microfone. Para isso, ele criou uma “tabela de estados da colônia de abelhas” usando dados de apiários e pesquisadores da Grã-Bretanha, Estados Unidos e Rússia.

    A tecnologia passou por duas estações de teste em apiários, e demonstrou sua adequação não apenas para o trabalho prático dos criadores de abelhas, mas também como uma ferramenta útil para o trabalho científico. Com sua técnica, o pesquisador já obteve dados inéditos sobre o comportamento das abelhas e também a confirmação dos resultados de pesquisas realizadas por cientistas acadêmicos.

    Segundo Glebskij, o fato de ter conseguido programar todos os seus algoritmos em um aplicativo que roda em um celular permitirá que até iniciantes se sintam bastante confiantes para iniciar um apiário, o que deverá atrair mais pessoas para a apicultura e ajudar a evitar o preocupante desaparecimento das abelhas sobretudo no hemisfério norte.*IT

    Compartilhe

    Atenção:

    Os comentários do site são via Facebook, se quiser comentar, esteja logado. Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor do mesmo.

    NOTÍCIAS RELACIONADAS